Moda, Arte & Arquitetura!!!

    Tem pessoas que pensam que moda é item fútil, para poucos. Se pensarmos em tudo que está relacionado à moda, o que ela movimenta, os empregos diretos e indiretos, seja na alta- costura, seja no fast- fashion, teríamos a oportunidade de repensar nossa posição. O mercado da moda alavanca a economia e encanta, com toda a beleza, criação e recriação ao longo da história. Pinturas do século XIX exaltam o vestuário e lá encontramos estampa "poá" em quadros de Claude Monet e que são hoje, perfeitamente atuais, não só em roupas como acessórios. Moda, arte e arquitetura trabalham com a necessidade básica do ser humano, vestir e habitar. Onde identidade pessoal, social e cultural pertencem a mesma trama: Tailleur de Chanel, anos 50, inspirados nas linhas retas de obras de Le Corbusier, arquiteto franco- suíço e em Bauhaus, escola de artes da Alemanha. Vestido de Yves Saint Laurent, inspirado no quadro de Piet Mondrian. Tem como dizer que tudo não está interligado? Lidamos com identidade visual. O que queremos transmitir no ambiente em que moramos: Linha reta- transmite mensagem de força, determinação, estrutura e equilíbrio; linha redonda- mensagem de romantismo, suavidade, delicadeza, sensualidade, sexualidade e infantilidade; linha inclinada- mensagem de dinamismo, alegria, explosão e instabilidade. Quanta informação encontramos nas formas!!! O estilo pessoal de vestir estende-se ao estilo pessoal de viver e também de habitar. É bom refletir sobre isso!!!
Tailleur Icônico da  Chanel

Casa Curutchet na cidade de La Plata, Argetina- Projeto do Arquiteto Corbusier

Vestido de Yves Saint Laurent inspirado na obra de Mondrian (1965)
Tela a óleo de Piet Mondrian (´decada de 30)
Mulheres no Jardim (1866-1867), Musée d'Orsay, Paris- Tela de Monet



Bolsa, Estampa Poá- Look Book de Elenita da Costa Muller (Look 2016)

0 comentários:

Postar um comentário