Pausa Nos Looks!!!

      Minhas leituras de hoje mudaram um pouquinho o foco. Eis que surge a pergunta: será que posso ter esperança? Quero acreditar que sim. Primeiramente, vou avaliar todos os "meus comandos" e fazer ajustes, começando por mim, procurando ser melhor a cada dia. Então, no Jornal Zero Hora, edição de final de semana (17 e 18/02/2018), dois jornalistas e um general provocaram uma grande reflexão. Em sua entrevista o General Sergio Etchegoyen, cruz- altense, que, com firmeza fala: A solução para a crise da segurança está na educação. Como sociedade perdemos algumas referências, alguns limites. As cenas de um saque no Rio de Janeiro, aquilo é saque de lata de cerveja, não é saque de famintos. Aquilo é saque de déficit moral, de certeza de impunidade, de deboche.  Mais adiante, o jornalista Alfredo Fedrizzi fala sobre as escolas de Samba do Rio, a Beija- Flor, campeã, e a Tuiuti, vice- campeã, fazendo uma severa crítica ao trabalho escravo. Pensei: uma luzinha no fim do túnel??? O Brasil está acordando???  E, por fim, na penúltima página o jornalista David Coimbra: ... O brasileiro que em Porto Alegre, rouba uma roda de bicicleta pública, muda-se para os Estados Unidos e não ousa pisar no jardim de uma casa sem cerca. Por que essa diferença?  Por que o homem que, no Brasil é vândalo e cínico se transforma em cidadão ordeiro nos Estados Unidos e na Europa. Não foi ele que mudou, foi o país... Nada vai adiantar, enquanto os brasileiros não entenderem que eles não são vítimas da sociedade. Eles são parte da sociedade.
        Abordei parte desses textos porque achei relevante. É para refletir. Vale conferir os mesmos na íntegra no Jornal.
        O título do post, em plena LFW, semana internacional de moda em Londres, foi porque deveria postar sobre as trends no street style e nas passarelas, mas resolvi fazer uma pequena pausa.
        Continuo acreditando que a boa imagem abre portas e que estilo próprio e conteúdo somam em qualquer situação. Logo farei post de minhas apostas para o outono/inverno 2018, muitos looks!!! Tudo isso sem culpa, pois a cadeia produtiva da moda, sustenta milhares de famílias, pois emprega muita gente. Vamos combinar que ficar mais bonita, ter cuidado com a aparência, não é frivolidade e sim autoestima, vida saudável, ecologicamente correto!!!
        Para melhorar o Brasil vamos começar por nós mesmos. cada um fazendo a sua parte. Não ficar esperando que Brasilia opere um milagre e ficarmos de braços cruzados. Pronto Falei!!!

Parte da entrevista com o General Sergio Etchgoyen


Destaque na coluna de David Coimbra


0 comentários:

Postar um comentário